quinta-feira, 6 de julho de 2017

Vento. Quente. Limpo.

Julho 2017
Serra da Lousã

Vento quente e bom. Um vento cheio de energia. Vindo não sei bem de onde. Sem direcção definida. Ou melhor, mudava de direção em cada folha do castanheiro. Vinha forte sobre a copa das árvores, espraiava-se como um delta, como uma rede capilar num órgão e, depois, recompunha-se à saída, renovado, pronto para outra. Metia-se pelo corpo adentro como a luz que atravessa a água. Acho que até aos neurónios chegou uma aragem suave.





Sem comentários:

Enviar um comentário